quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Questões ENEM Industria 7

Questão 151)

Ao longo de 2006, verificou-se mais uma greve nessa região, evento político que era muito mais comum na década de 1980.

a) Identifique a região e comente o papel que teve na industrialização brasileira.

b) A partir de meados da década de 1990, verificaram-se mudanças na distribuição das indústrias no Brasil.

Aponte ao menos dois estados brasileiros que receberam investimentos industriais significativos desde então.

Gab:

a) A região citada na questão é o ABCD paulista, composto pelos municípios de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema, cujo papel na industrialização brasileira é de destacada importância. Configurando-se como um dos principais pólos na produção de bens de consumo duráveis (automóveis e eletrodomésticos) e de outros produtos, como pneus, autopeças e plásticos, desenvolveu-se na segunda metade do século XX, tendo inicialmente incentivos governamentais para sua estruturação e consolidação. Outro fator importante para seu desenvolvimento é a localização estratégica, entre Santos-Cubatão (porto de importação-exportação e produção siderúrgica) e São Paulo (pólo consumidor). As vias de circulação, baseadas no sistema rodoviário (Anchieta) constituem mais uma vantagem.

b) Dentre os estados brasileiros que receberam expressivos investimentos industriais a partir da década de 1990, destacam-se Paraná e Bahia.

No primeiro, ressalta-se a região metropolitana de Curitiba, principalmente o município de São José dos Pinhais, com a instalação de indústrias automobilísticas. No segundo, ressalta-se a região do Recôncavo, com a expansão do setor petroquímico e automobilístico.

Questão 152)

No que respeita à indústria brasileira, sua evolução, expansão e problemas, assinale o que for correto.

01. A queda no crescimento dos tradicionais centros industriais brasileiros como São Paulo e Rio de Janeiro, devido ao processo de descentralização do parque industrial, significou a perda de sua importância no comando da nossa industrialização.

02. As indústrias de bens de consumo duráveis não representam percentual significativo na ocupação de mão-de-obra e no valor da transformação industrial, como acontece com as indústrias de produtos alimentares e de vestuário.

04. A industrialização brasileira que ocorreu após os anos 50, fortalecendo-se no período do "milagre econômico" entre 1968 e 1978, deu-se em função da entrada de capital e tecnologia provenientes das grandes empresas multinacionais.

08. O Brasil possui elevado grau de industrialização para um país do Terceiro Mundo ou de economia emergente pois, desde a criação do seu parque industrial, nunca sofreu intervencionismo do Estado na economia.

16. Os juros altos praticados no Brasil restringem os investimentos na área industrial e sua conseqüente expansão. Além da carência crônica de capital, os recursos ociosos de mão-de-obra não qualificada, ou escassamente qualificada, contribuem negativamente para as atuais exigências da indústria moderna.

Gab: 20

Questão 153)

Sobre a geografia econômica da região abaixo, é correto afirmar:

clip_image002

a) A região de Ribeirão Preto é importante produtora de trigo.

b) O Porto de Tubarão, em Vitória é importante escoador de petróleo, extraído no Quadrilátero Ferrífero.

c) A região metropolitana de Campinas é caracterizada pelo baixo emprego da tecnologia.

d) O Vale do Paraíba é importante centro de referência da indústria da aviação.

e) Nos arredores de Belo Horizonte, temos forte atividade do setor terciário e ausência da atividade mineradora.

Gab: D

Questão 154)

As considerações a seguir dizem respeito à cidade localizada no mapa.

clip_image004

I. Seu pólo industrial é fruto de um Decreto-lei da época do regime militar, portanto, imposto à sociedade brasileira.

II. Suas empresas realizam operações básicas de montagem incorporando, gradativamente, componentes de fabricação nacional.

III. A produção industrial é altamente subsidiada.

IV. O regime tributário estabelece concorrência desleal com os produtores de outras regiões do país.

Assinale a alternativa correta.

a) Pólo Têxtil de Belém.

b) Distrito Industrial de Santarém.

c) Zona Franca de Manaus.

d) Pólo Siderúrgico de Porto Velho.

e) Zona Petroquímica de Palmas.

Gab: C

Questão 155)

Considerando-se a dinâmica espacial do setor industrial de Minas Gerais, é INCORRETO afirmar que

a) a Região Leste do Estado, no que se refere ao setor de pesquisa e desenvolvimento, se transformou na mais importante plataforma de produção da agroindústria nacional.

b) a Região Norte mineira – com destaque para Montes Claros e Pirapora –, apesar da política de incentivos fiscais de que se beneficiou, teve expansão industrial pouco expressiva.

c) as cidades polarizadas por Belo Horizonte experimentam industrialização estimulada tanto por sua forte base mineral como pelos impulsos recebidos da própria Capital.

d) as regiões Central, Sul e do Triângulo Mineiro – com destaque para a Região Metropolitana de Belo Horizonte e algumas cidades médias – abrigam a maior concentração industrial e urbana do Estado.

Gab: A

Questão 156)

Sobre o processo de industrialização verificado no Brasil, é correto afirmar que esse fato teve muitas conseqüências, entre as quais:

1. um considerável aumento da população operária.

2. o afluxo de capitais estrangeiros.

3. o aumento do êxodo rural em certas regiões.

4. o crescimento do mercado de consumo.

5. o decréscimo na importação de bens de consumo.

Estão corretas:

a) 1 e 5, apenas

b) 2 e 4, apenas

c) 1, 3 e 5, apenas

d) 2, 3 e 4, apenas

e) 1, 2, 3, 4 e 5.

Gab: E

Questão 157)

Entre as causas que explicam a relativa diminuição de concentração industrial na área metropolitana de São Paulo podemos considerar

I. A deseconomia de escala na região, em face dos baixos custos de produção.

II. Um sindicalismo forte e atuante na Grande São Paulo e nos arredores.

III. Incentivos Fiscais oferecidos por outras regiões.

Está correto o que se afirma em

a) apenas I e II.

b) apenas II e III.

c) apenas I e III.

d) apenas III.

e) I, II e III.

Gab: B

Questão 158)

O mapa a seguir representa as relações entre as principais centralidades da Região Sul brasileira.

clip_image006

Pode-se constatar que:

a) Porto Alegre é a cidade mais central da região, por isso a extensão de sua área de influência.

b) as relações de influência exercidas pelas capitais restringem-se aos limites estaduais.

c) a área de influência de Curitiba apresenta relações mais complexas entre as centralidades.

d) Florianópolis é polarizada por Porto Alegre, por isso Santa Catarina não apresenta nenhum pólo no interior do estado.

e) a rede urbana na região sul não apresenta centros regionais importantes.

Gab: C

Questão 159)

A produção industrial no Brasil tem registrado um aumento considerável, particularmente na primeira metade da década de 1970 (Moreira, 2001). Analisando o processo de distribuição e a organização das indústrias no espaço brasileiro, é CORRETO afirmar:

a) O processo de desconcentração eliminou, com largos avanços, as desigualdades da distribuição da produção industrial.

b) A maior concentração e diversificação fabril do país ocorrem somente nas principais capitais litorâneas do país.

c) A indústria da região Centro-Oeste consiste, sobretudo, de atividades ligadas ao setor metalúrgico e químico.

d) A forte dependência de investimentos marcou, sobretudo, a orientação do desenvolvimento industrial nordestino.

e) Contraditoriamente, toda a extensão entre a cidade do Rio de Janeiro e São Paulo constitui uma zona ausente de indústrias.

Gab: D

Questão 160)

Os conhecimentos sobre o processo de industrialização brasileira, durante o governo de Juscelino Kubitschek, permitem afirmar:

01. O governo criou uma Reforma de Base que objetivava a eliminação das desigualdades sociais.

02. O tripé da industrialização foi formado pelo capital estrangeiro, que atuava nas indústrias de bens de consumo duráveis, pelo capital estatal, que controlava as indústrias de base, e pelo capital privado nacional, que controlava as indústrias de bens de consumo não-duráveis.

03. O crescimento da oferta de empregos aumentou o PIB brasileiro e tornou o IDH da população o mais alto de toda a história do país.

04. A internacionalização da economia brasileira favoreceu o capital privado nacional, através do acesso a novas tecnologias.

05. O Plano de Metas implantado pelo governo foi responsável pela desconcentração industrial no país, fato que beneficiou as regiões periféricas.

Gab: 02

Questão 161)

O Estado do Rio de Janeiro passa atualmente por um processo de interiorização de seu parque industrial, antes concentrado na capital, que começa a se especializar em outras atividades.

Explique por que está ocorrendo a desconcentração industrial da cidade do Rio de Janeiro e indique uma região do Estado que esteja sendo beneficiada por esse processo e seu correspondente setor industrial em expansão.

Gab:

Os custos de produção ficaram muito elevados na metrópole fluminense, o que vem estimulando as indústrias a buscarem custos mais baixos no interior do Estado, incentivadas por políticas públicas estaduais e municipais.

Uma dentre as regiões e seu respectivo setor industrial:

clip_image008 Médio Vale do Paraíba

- metal-mecânico / automobilístico / siderúrgico

clip_image008[1] Serrana

- têxtil / indústria alimentícia / software

clip_image008[2] Costa Verde

- siderurgia / indústria naval

clip_image008[3] Periferia da Região Metropolitana

- pólo gás-químico de Caxias / indústria de transformação

Questão 162)

Da Década de 50 a 70 do século XX, o Brasil representou um bom desempenho econômico, tanto em nível regional como mundial.

Assinale a alternativa que garantiu esse excepcional desempenho do nosso país.

a) Forte participação do capital estatal e estrangeiro na economia e o fácil endividamento externo, aliados às condições internas favoráveis. Por exemplo: mão-de-obra e recursos naturais abundantes.

b) Forte participação do capital estrangeiro que veio para o Brasil num momento da Universalização do Capital.

c) Política interna, forte e agressiva, voltada para o desenvolvimento brasileiro no sentido de sanar, definitivamente, a miséria nacional.

d) Calmaria pela qual passaram os países do mundo, após o fim da Segunda Grande Guerra que motivou o desenvolvimento em busca da paz.

e) Criação do FMI, organização voltada para ajudar países pobres a se desenvolverem.

Gab: A

Questão 163)

A inserção da economia brasileira no movimento de globalização teve início na década de 1990.

É INCORRETO afirmar que essa inserção foi acompanhada pela

a) adoção de processo industrial voltado para a substituição de importações, que reduziu a dependência do mercado interno por produtos manufaturados.

b) consolidação de um modelo econômico estruturado na liberalização comercial e na atração de investimentos estrangeiros diretos.

c) criação de agências de fiscalização das empresas privadas que se tornaram concessionárias de serviços públicos.

d) implantação de um programa de privatização das estruturas produtivas estatais – indústrias siderúrgicas e empresas de telecomunicação, entre outras.

Gab: A

Questão 164)

“O processo de privatização das indústrias de base, setor de distribuição de energia e de outros setores que praticamente sempre foram controlados pelo Estado brasileiro, foi um fato marcante na década de 1990.”

Sobre esse assunto, analise o que é afirmado abaixo.

00. As privatizações ocorridas nesse período foram decorrentes da aplicação de uma política econômica marxista, de caráter “neosocialista”, posta em prática por setores ligados ao sistema financeiro internacional.

01. O sistema TELEBRÁS foi a primeira empresa a ser privatizada na década referida, tendo sido dividido em mais de 10 empresas de telefonia fixa e móvel.

02. Um dos argumentos utilizados como justificativa para as privatizações foi o de que as empresas eram ineficientes, pouco competitivas e davam prejuízos. Assim, a venda dessas empresas diminuiria os gastos do governo.

03. Antes de serem privatizadas, as empresas estatais que não se mostravam muito rentáveis, economicamente falando, eram, em geral, financeiramente saneadas.

04. As privatizações das indústrias de base ocorreram como aplicação de uma ideologia, segundo a qual a participação do Estado na economia tem que ser máxima, sobretudo em setores que não apresentem déficit financeiro.

Gab: FFVVF

Questão 165)

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), marco da indústria de base no país, bem como no processo brasileiro de industrialização, foi implantada em:

a) Resende (RJ).

b) São José dos Campos (SP).

c) Campos (RJ).

d) Volta Redonda (RJ).

e) Betim (MG).

Gab: D

Questão 166)

Sobre a localização e o movimento das atividades econômicas no Brasil, considera-se

a) a consolidação da atividade industrial na Região Sudeste, principalmente no triângulo São Paulo - Rio de Janeiro - Belo Horizonte; mas que nas últimas décadas tem apresentado um processo de desconcentração marcado, dentre outros, por dois fatores: a “guerra fiscal” entre os estados e o afastamento das indústrias, pressões sindicais;

b) a produção de alimentos nas regiões Sul e Centro Oeste; a indústria de alimentos no Sudeste; a impossibilidade de qualquer produção de alimentos em vista da aridez e o predomínio do turismo, no sertão, no Nordeste; a Zona Franca de Manaus constituindo o motor da economia no Norte, uma vez que a extração de madeira cessou com os programas de combate ao desmatamento;

c) a produção agrícola, geralmente em médias e grandes propriedades, ligada a produtos que compõem a cesta básica, como no Sul e Centro Oeste; e a pequena produção, geralmente em pequenas propriedades, ligada a produtos de exportação como a soja, no Nordeste;

d) o crescimento dos serviços, nas duas últimas décadas, sobretudo no setor financeiro da economia e a conseqüente multiplicação dos caixas eletrônicos no Sul e Sudeste, com o aumento dos postos de trabalho;

e) a pouca atenção dispensada à atividade turística, nos últimos anos, pelo mercado e pelos governos municipais, estaduais e federal, implicando num refluxo do setor.

Gab: A

Questão 167)

O setor de leite e derivados, de longa tradição em Minas, é responsável por mais de 30% da produção brasileira.

A Itambé (Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais), maior empresa do ramo, em meados de 2000, anunciou que estudava a transferência de sua produção para Goiás, onde mantém duas fábricas. Alegava que o governo de Minas cobra 7% de ICMS sobre o leite longa-vida, ao passo que o estado de Goiás oferece isenção de 80% para o mesmo produto.

Fonte: Adaptado de http://www.scielo.br/scielo

Este processo envolvendo diferentes interesses de agricultores e empresas, cuja atribuição é de responsabilidade dos governos estaduais, recebe o nome de:

a) guerra fiscal.

b) tarifa aduaneira.

c) isenção de imposto de renda.

d) taxa de câmbio.

e) guerra fria.

Gab: A

Questão 168)

Sobre o processo de industrialização brasileiro, são feitas as seguintes afirmações.

I. A partir de 1930, começa um importante projeto de criação de infra–estrutura para o desenvolvimento do parque industrial.

II. A partir da Segunda Guerra Mundial, acentua–se o processo de estatização das indústrias na Região Sudeste.

III. A partir de 1964, amplia–se o parque industrial para atender a demanda da modernização da agricultura.

Quais estão corretas?

a) apenas I

b) apenas II

c) apenas III

d) apenas I e III

e) apenas II e III

Gab: D

Questão 169)

Observe as afirmações a seguir sobre a distribuição espacial da indústria no Brasil.

I. Na década de 1990, marcada pela chamada “guerra fiscal”, ocorreu uma aceleração no processo de desconcentração de unidades produtivas.

II. A Zona Franca de Manaus, no Amazonas, tem sido o destino da maioria das indústrias que buscam outros locais para suas instalações, em razão dos incentivos fiscais oferecidos.

III. Algumas das áreas mais afetadas pela saída de indústrias são as regiões metropolitanas de São Paulo (com destaque para o ABC) e Rio de Janeiro.

IV. A forte demanda de mão-de-obra pelo setor agrícola de exportação é um dos fatores que limitam a expansão industrial na região Sul, a que menos recebeu investimentos industriais na última década.

Está correto apenas o que se afirma em

a) I e II.

b) I e III.

c) II e III.

d) II e IV.

e) III e IV.

Gab: B

Questão 170)

Leia as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

I. A natureza no Brasil tem sido agredida desde o início da colonização. A faixa litorânea foi a primeira a ser atingida e à medida que a ocupação do território nacional se expandiu para o interior, o equilíbrio ecológico foi rompido pelas atividades ali desenvolvidas.

II. De modo geral, a degradação do ar atmosférico, dos mananciais e dos solos das grandes cidades brasileiras, estão ligados às desigualdades sociais como: acesso à moradia, à coleta e tratamento de lixo, saneamento básico, existentes (ou à sua ausência) nesses centros urbanos.

III. A Amazônia brasileira tem sido menos atingida que outros ecossistemas, pois mesmo abrigando a construção de usinas hidrelétricas; extração de madeira; crescimento demográfico; garimpos de ouro; extrativismo mineral; construção de rodovias e ferrovias, sua capacidade de se auto-preservar impede sua degradação ambiental e o seu desequilíbrio ecológico que, apenas por interesse da mídia, se afirma existir atualmente.

IV. Dos ecossistemas brasileiros apenas a Mata Atlântica merece maiores cuidados de preservação, pois sofre devastação desde a extração do pau-brasil (do período da colonização até o vertiginoso crescimento urbano-industrial brasileiro atual). Os demais ecossistemas não causam desequilíbrios nem contribuem para o aumento do índice de impactos ambientais no Brasil, pois não abrigam nenhuma espécie de importância.

V. Os impactos ambientais nos ecossistemas litorâneos brasileiros, não causam preocupação com o meio ambiente devido ao fortalecimento do incentivo ao turismo trazer maiores fontes de divisas e, com isso, equilibrar a devastação ocorrida nos mangues e restingas.

a) As afirmativas III e IV são verdadeiras e I, II e V são falsas;

b) As afirmativas I e II são verdadeiras e III, IV e V são falsas;

c) As afirmativas IV e V são verdadeiras e I, II e III são falsas;

d) As afirmativas I, III e IV são verdadeiras e II e V são falsas;

e) As afirmativas II, III e V são verdadeiras e I e IV são falsas.

Gab: B

Questão 171)

Sobre o Processo de Industrialização do Brasil, assinale a alternativa incorreta.

a) A expansão da relação assalariada, a partir da abolição da escravatura, é um dos marcos da industrialização brasileira no fim do século XIX.

b) A industrialização brasileira foi tardia ou retardatária, pois só começou no fim do século XX, no momento em que o capitalismo passava da fase competitiva para a monopolista, obrigando o Brasil a importar máquinas e tecnologias dos países desenvolvidos.

c) Todos os elementos indispensáveis para o processo de industrialização do Brasil (o imigrante, o trabalho assalariado, o mercado consumidor, o café e os capitais disponíveis) estavam concentrados no Centro-Sul do país, principalmente em São Paulo.

d) Por volta de 1970, começou a ocorrer uma relativa desconcentração industrial no Brasil, com um decréscimo relativo de São Paulo e um crescimento maior em outras unidades da federação, é o que chamamos de "deseconomia de escala".

e) A industrialização brasileira provocou, também, o processo de urbanização no Brasil, intensificada especialmente a partir de 1950, com o advento das metrópoles, ou cidades com mais de 1 milhão de habitantes.

Gab: B

Questão 172)

“(...) o desenvolvimento social no Brasil não acompanhou o desenvolvimento econômico e a política neoliberal vem acentuando a distância entre ricos e pobres (...).”

ADAS, Melhem.- Panorama Geográfico do Brasil- contradições,

impasses e desafios socioespaciais. SP: Moderna, 1998, p. 90.

No período compreendido entre os anos JK e o final do governo Geisel, o Brasil apresentou, entre outras características econômicas:

a) redução das disparidades regionais e predomínio da substituição das importações de bens de consumo.

b) planificação econômica e defesa da inclusão do Brasil na ALCA e no MERCOSUL.

c) declínio da atividade industrial e incremento da agricultura de exportação, tendo como objetivo implantar o PROALCOOL.

d) grande desenvolvimento industrial dependente da tecnologia e de capitais estrangeiros e maior intervenção do Estado na economia.

e) grande expansão das empresas industriais de capitais nacionais, privados e estatais, e declínio da dívida externa.

Gab: D

Questão 173)

“A grande depressão da década de trinta, instalada a partir da crise da Bolsa de Nova York, em 1929, representou uma crise industrial sem precedentes nos EUA e na Europa. Simultaneamente, a depressão econômica mundial contraía os mercados consumidores e derrubava os preços das matérias-primas e gêneros tropicais de exportação.

A economia brasileira, fundamentada nas vastas exportações agrícolas que sustentavam as importações, viu o chão abrir-se sob seus pés. Exportações e importações desabaram simultaneamente. A nova crise cafeeira, ao contrário das anteriores de curta duração, representava o fim de uma época (...).”

MAGNOLI, Demetrio e ARAÚJO, Regina.

Geografia: a construção do mundo. SP: Moderna, 1995, p. 193.

O texto acima aponta para um processo que significou, para o Brasil, o(a):

a) fim da política do café-com-leite e o início da industrialização brasileira, com a implantação de indústrias de bens de produção.

b) interesse do governo em estimular a atividade industrial, através do modelo de substituição de importações.

c) abertura econômica, possibilitando a industrialização por meio de investimentos e capitais aplicados por países industrializados, como os EUA.

d) abertura econômica após a crise de 1929, com a conseqüente desvalorização do café.

e) implantação do sistema republicano federativo, que delegava maior autonomia aos estados, que podiam, assim, gerenciar sua própria economia.

Gab: B

Questão 174)

Assinale a alternativa que indica uma das principais características da industrialização brasileira.

a) A sua eficiente integração com o mercado internacional, através do comércio de produtos semiindustrializados.

b) A sua recorrência a tecnologias importadas, aliada à dificuldade da economia brasileira de gerar internamente um núcleo de desenvolvimento tecnológico.

c) A variedade de mercadorias industrializadas, produzidas sem intervenção estatal e comercializadas no mercado global.

d) A geração de empregos para uma significativa parcela da mão-de-obra desqualificada que migrou para os grandes centros urbanos.

Gab: B

Questão 175)

Brasil, Argentina e México deram início aos seus processos de industrialização através do modelo de “substituição de importações” entre as décadas de 1930 e 1970. A partir da década de 1960 foi a vez dos “tigres asiáticos” iniciarem rápidos processos industrializantes. Embora em momentos diferentes, esses processos de industrialização tiveram em comum:

a) a forte participação do Estado e a presença maciça de capitais multinacionais.

b) a homogeneidade do mercado consumidor interno e a riqueza de recursos naturais.

c) o forte controle da inflação e a existência de grande poupança interna.

d) o domínio de técnicas de produção e o crescente mercado consumidor interno.

e) a instalação de plataformas de exportação e a grande estabilidade política.

Gab: A

Questão 176)

Durante a industrialização brasileira ocorreram diversas etapas. Inicialmente, verificou-se a presença de indústrias __I_, devido ao capital acumulado _II__ . Depois, assistiu-se à chamada _III__ . Na década de 1990, houve uma mudança caracterizada pela __IV__ . Assinale a alternativa que completa corretamente a frase.

clip_image010

Gab: C

Questão 177)

São Francisco do Conde (BA), Triunfo (RS), Quissamã (RJ), Carapebus (RJ), Rio das Ostras (RJ) e Paulínia (SP) são os municípios brasileiros que apresentam os maiores PIBs per capita do Brasil devido ao fato de serem sede:

a) do setor sucroalcooleiro.

b) de centros siderúrgicos.

c) de indústrias petroquímicas.

d) da indústria naval.

e) do setor de telecomunicações.

Gab: C

Questão 178)

A figura abaixo mostra a cidade de Cubatão (sede de um complexo industrial siderúrgico, químico e petroquímico), e seu entorno imediato. Segundo o geógrafo Orlando Valverde, esse complexo está muito bem localizado em termos macrorregionais, porém, sérios impactos ambientais ocorreram na cidade e suas vizinhanças em função de seu sítio ao pé da Serra do Mar.

“A serra do Mar e a planície litorânea na região de Santos”

clip_image012

Distâncias:

Cubatão - Santos: 13 km

Cubatão - São Paulo: 59 km (Via Anchieta)

Com base na figura:

a) aponte e explique as razões da boa localização do complexo industrial de Cubatão, na escala macrorregional.

b) explique a relação estabelecida entre esse sítio urbano e os problemas ambientais, na escala local.

Gab:

a) Por abrigar, entre outras, uma grande indústria siderúrgica (a COSIPA) e a refinaria de Presidente Bernardes, o complexo de Cubatão apresenta forte necessidade de matérias-primas minerais e combustíveis fósseis; sua localização, portanto, deve ser avaliada pela proximidade dessas matéria-primas e a facilidade de transporte das mesmas. A COSIPA é abastecida de minério de ferro proveniente de Minas Gerais através de transporte ferroviário, e de carvão, pelo porto de Santos, um dos mais importantes do país. Já os pólos petroquímicos situam-se geralmente junto a portos, pois é através do transporte oceânico que chegam os insumos importados. Daí já se pode dizer que o complexo industrial de Cubatão está muito bem localizado: dispõe de um bom porto, não está distante de sua principal fonte mineral e fica bem próximo de São Paulo, o maior centro industrial da América Latina e o maior mercado do Brasil. Sobre esse último aspecto, contribuem ainda as facilidades de comunicação criadas pelo sistema rodo-ferroviário.

b) A presença de um importante obstáculo natural impede uma boa circulação do ar, o que, associado à elevada concentração de indústrias, transformou Cubatão num exemplo tristemente famoso de colapso ambiental e urbano. O sítio ao pé da serra do Mar, exposto a inversões térmicas no inverno, devido à chegada da massa polar atlântica, veio agravar a poluição e provocar chuvas ácidas, que extinguiram parte da mata perenifólia da serra do Mar e causaram doenças respiratórias nos habitantes da região. Com a inversão térmica, os poluentes atmosféricos não encontram facilidade de dispersão, concentrando-se, assim, nas proximidades do solo.

Questão 179)

O turismo é uma atividade econômica que cresce muito na região Nordeste. No litoral, a beleza das praias atrai turistas de outras regiões do Brasil e do exterior. Neste sentido, a capital da região Nordeste que não está situada no litoral é:

a) Recife

b) Teresina

c) São Luís

d) João Pessoa

e) Aracaju

Gab: B

Nenhum comentário:

Gostou? Compartilhe o Blog!!!

Facebook Twitter Addthis