domingo, 22 de janeiro de 2017

Geopolitica do Petroleo

Produção de Energia do Brasil - Mundo Geografia - ENEM

O que é solstício e equinócio? - Quer Que Desenhe 8

Quando o sol girava em torno da terra - Quer que desenhe?

Como os gregos viam as estações do ano?

O que é Equinócio

Equinócio significa o momento exato que marca o início da primavera ou do outono, em que o sol incide com maior intensidade sobre as regiões que estão localizadas próximo à linha do equador.

O termo tem origem na junção dos termos latinos aequus (igual) e nox (noite). Quando ocorre o equinócio, o dia e a noite têm igual duração (exatamente 12 horas).

O equinócio ocorre durante os meses de março e setembro, quando há mudança de estação. No momento do equinócio, a luz solar incide de igual maneira sobre o hemisfério norte e sobre o hemisfério sul.

No hemisfério sul (onde está incluído o Brasil), o equinócio que ocorre em março (dia 20 ou 21), marca o início do outono e o de setembro (dia 22 ou 23), marca o início da primavera. No hemisfério norte acontece situação inversa, em setembro inicia o outono e em março, a primavera.

O dia do equinócio de primavera e de outono pode variar de ano para ano, devido ao ano solar (trópico) ter 365 dias e mais algumas horas (365d 5h 48m 46s).

Portanto, o equinócio de outono (ou ponto Libra) acontece no hemisfério que transita do verão para o outono e o equinócio de primavera (ou ponto Vernal) acontece no hemisfério que passa do inverno para a primavera.

Graças ao fenômeno da precessão dos equinócios, estes não têm uma posição fixa, e se deslocam um pouco todos os anos.

Os fenômenos do equinócio e solstício marcam o início e o fim das estações.

Veja também o significado de solstício.

Equinócio de Primavera

O equinócio de primavera, também conhecido como Ponto Vernal, consiste no momento em que o Sol atravessa o Equador de sul para norte.

No hemisfério sul, onde se encontra o Brasil, o equinócio de primavera ocorre nos dias 22 ou 23 de Setembro. Por outro lado, no hemisfério norte (Portugal, por exemplo), o equinócio de primavera acontece nos dias 20 ou 21 de Março.

Saiba mais sobre o significado do Equinócio de Primavera.

Equinócio de Outono

Ponto libra, ou equinócio de outono, é o momento exato que marca o início do outono, onde o sol se movimenta o equador de norte para sul.

No Brasil, que está localizado no hemisfério sul, o equinócio de outono ocorre nos dias 20 ou 21 de Março. Nos países localizados a norte da linha do Equador (hemisfério norte) o equinócio de outono acontece bis duas 22 ou 23 de Setembro.

Saiba mais sobre o Equinócio de Outono.

O que é Solstício

Fonte: https://www.significados.com.br/solsticio/

Solstício é um acontecimento astronômico que significa o início do Verão ou do Inverno. É a época do ano em que o Sol incide com maior intensidade em um dos dois hemisférios.

Durante o solstício, o Sol (visto da Terra) surge no ponto mais afastado do equador celeste ao realizar o seu movimento aparente no céu.

O solstício corresponde ao instante em que o Sol atinge a sua declinação máxima ou mínima, dependendo do hemisfério em questão. No solstício de Verão o Polo Norte apresenta uma inclinação de 23,5º em direção ao Sol, enquanto no solstício de Inverno o Polo Norte fica afastado do Sol com uma inclinação de 23,5º.

Tal como o equinócio (que ocorre em março e setembro), o solstício também ocorre duas vezes por ano, nos meses de junho e dezembro, marcando o início das estações do ano, que são contrárias em cada hemisfério.

Saiba mais sobre o significado de equinócio.

O solstício de verão determina que a duração do dia será a mais longa do ano. O solstício de inverno indica que a duração da noite será a mais longa do ano.

Para saber mais, leia sobre o solstício de Verão e solstício de Inverno.

No hemisfério sul (onde se encontra o Brasil), o solstício de verão acontece nos dias 21 ou 23 de dezembro e o solstício de inverno nos dias 21 ou 23 de junho.

Inversamente, no hemisfério norte, o solstício de verão acontece nos dias 21 ou 23 de junho e o solstício de inverno nos dias 21 ou 23 de dezembro.

Os dias e horas em que ocorrem os solstícios não são iguais devido à velocidade atingida pela Terra na órbita elíptica. A viagem é mais rápida quando a Terra está mais próxima do Sol (periélio) do que quando está mais distante (afélio).

O solstício acontece graças aos fenômenos de rotação e translação do planeta Terra, pois graças a eles a luz solar é distribuída de forma desigual entre os dois hemisférios. O solstício de Inverno significa que a luz do sol não incide com tanto fulgor no hemisfério em questão. São fenômenos opostos dependendo do hemisfério em que um determinado país se encontra. Por esse motivo, quando é Inverno no Brasil (hemisfério sul), é Verão em Portugal (hemisfério norte).

Os solstícios estão relacionados com o esoterismo e para muitas culturas têm um simbolismo muito importante. Por exemplo, para algumas culturas, o solstício de Verão é motivo de grande alegria, porque representa a vitória da Luz sobre a Escuridão.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Micro-Regiões–Questões ENEM–Exercícios Vestibulares IX

Questão 160 - (UFPB)

Sobre a ocupação inicial do território paraibano, é verdadeira a afirmativa:

a) Os nativos não ofereceram resistência à ocupação do litoral pelos portugueses.

b) A criação de gado, enquanto atividade econômica complementar, desenvolveu-se junto aos campos de cana do litoral.

c) A ocupação do território baseou-se na exploração da cana-de-açúcar através do sistema produtivo dos engenhos.

d) O consumo da lenha para os engenhos não alterou a fisionomia da mata atlântica litorânea.

e) A economia monocultora, latifundiária e escravista deu-se em função da necessidade do mercado do Centro-Sul do país.

Gab: C

Questão 161 - (UFRN)

O município de Macau, localizado no litoral setentrional do Rio Grande do Norte, destaca-se, na economia potiguar, pela produção de sal.

Contribui para a formação desse produto, além da alta temperatura, a alta

a) umidade do ar.

b) evaporação da água

c) densidade do ar.

d) precipitação pluviométrica.

Gab: B

Questão 162 - (UFSC)

Com a industrialização e a chamada vida moderna, tudo se transforma, tudo é constantemente modificado em nome do “progresso”. É o que vem ocorrendo, nos últimos anos, com um dos maiores e mais complexos ecossistemas do mundo, o Pantanal Matogrossense, onde os impactos da ocupação humana ameaçam o equilíbrio ambiental. Com relação a essa questão, pode-se afirmar que:

01. O Paraguai é o principal rio do Pantanal, responsável pelas inundações periódicas, que fazem da região, a maior planície alagada do Brasil.

02. Em razão das próprias condições ambientais na vastidão alagada do Pantanal, durante séculos, a natureza e uma pecuária tradicional conviveram pacificamente, numa demonstração de que há possibilidades de se desenvolver atividades econômicas sem destruir o ambiente.

04. O Pantanal cobre parte dos estados brasileiros do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, porém, a sua maior parte estende-se pela Bolívia, pelo Paraguai e pelo Chile.

08. A vegetação pantaneira é bastante heterogênea, mesclando características de vários domínios macroecológicos brasileiros.

16. O moderno sistema viário da região, composto por rodovias, ferrovias e hidrovias, favoreceu o estabelecimento de indústrias e de numerosos núcleos urbanos, entre os quais destacam-se algumas megalópoles responsáveis pela destruição ambiental.

Gab: 11

Questão 163 - (UFSC)

Observe, atentamente, o mapa abaixo, e assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

REGIÃO SUL

clip_image002

01. A região assinalada pela letra A corresponde ao norte do Paraná, que teve sua ocupação determinada pela expansão do cultivo do café, destacando-se as cidades de Londrina e Maringá.

02. A letra C corresponde a uma área de emigração européia, onde, tradicionalmente, desenvolvem-se culturas tropicais para o mercado externo.

04. A letra B indica uma área do estado de Santa Catarina, onde a extração do carvão mineral é a grande responsável pela degradação ambiental.

08. A letra D corresponde ao vale do Itajaí-Açu, onde a pequena produção mercantil, praticada por pequenos agricultores independentes, artesãos, operários e pequenos comerciantes, foi elemento fundamental para o processo de industrialização.

16. A letra E corresponde à região metropolitana de Porto Alegre, importante pólo industrial diversificado, que sempre foi a porta para o mar das áreas de colonização alemã e italiana, localizadas nas proximidades.

Gab: 29

Questão 164 - (UFMG)

A respeito da população do Estado de Minas Gerais, assinale a alternativa INCORRETA.

a) A dinâmica populacional do Estado revela regiões de expulsão de população, de crescimento negativo e de forte crescimento demográfico.

b) A densidade demográfica, nas diferentes regiões do Estado, é desigual, ocorrendo as mais altas taxas em grande parte do centro-sul e as menores no noroeste.

c) O Estado vem assistindo, nas últimas décadas, à queda da participação, em valores relativos, da sua população no conjunto populacional do país.

d) A taxa de crescimento populacional da capital mineira é muito alta e sem perspectiva de redução em curto prazo.

Gab: D

Questão 165 - (UFJF MG)

O Estado de Minas Gerais apresenta grandes disparidades regionais. Marque a alternativa INCORRETA:

clip_image004

a) historicamente, os investimentos públicos e privados têm sido destinados às regiões mais desenvolvidas do Estado;

b) o baixo índice de desenvolvimento econômico das regiões N e NE de Minas Gerais é explicado pela proximidade com os Estados da Bahia e Espírito Santo;

c) a irregular distribuição da malha viária impede uma maior integração das regiões mineiras;

d) com a inauguração da hidrelétrica de Miranda, no rio Araguari, mantém-se a política de oferta de energia para tradicionais áreas de demanda;

e) uma das políticas do atual governo mineiro para reduzir as desigualdades sócio-econômicas é o Projeto "Minas por Minas", também conhecido como Lei "Robin Hood".

Gab: B

Questão 166 - (UNIOESTE PR)

Quanto à modernização agrícola que ocorreu no estado do Paraná a partir da década de 1970, é correto afirmar que:

01. é caracterizada pela instalação de grandes agroindústrias na Região Metropolitana de Curitiba, atraindo a mão-de-obra especializada que trabalhava no campo.

02. teve como conseqüência o emprego em grandes proporções da mão-de-obra diarista no campo (sistema de bóias-frias) que, nesse momento, se encontrava sem nenhuma proteção social e trabalhista.

04. esse processo encontra-se relacionado com o aumento da mecanização na agricultura, assim como a modificação da legislação trabalhista e expansão da pecuária extensiva.

08. a utilização de tecnologia avançada no campo resultou na diversificação das atividades agrícolas e diminuição dos investimentos despendidos pelo agricultor para a produção.

16. resultou na redução da população rural, com grande deslocamento dessa população para outros estados do Norte e Centro-Oeste do país, ou ainda para grandes centros urbanos do Paraná.

Gab: 22

Questão 167 - (UFRGS)

Com relação a ilha de Marajó, localizada na Região Norte do Brasil, são feitas as seguintes afirmações:

I. Caracteriza-se por apresentar um relevo bastante acidentado, pois encontra-se próxima ao Escudo das Guianas.

II. Sua economia esta baseada na criação de búfalos, na pesca e no extrativismo de madeira.

III. Localiza-se no litoral do Estado do Amazonas.

IV. Foi formada principalmente pela acumulação de sedimentos do rio Amazonas ao lançar suas águas no oceano.

V. Possui uma floresta rica em madeira de lei e palmeiras, bem como um setor onde ha predominância de campos.

Quais estão corretas?

a) Apenas I, II e III.

b) Apenas I, III e IV.

c) Apenas II, III e IV.

d) Apenas II, IV e V.

e) Apenas III, IV e V.

Gab: D

Questão 168 - (UFRGS)

Os areais do Sudoeste do Rio Grande do Sul, freqüentemente denominados de desertos do Rio Grande do Sul, tem na ação dos ventos um dos principais agentes da natureza que contribuem para a sua expansão. Os ventos ocasionam a migração dos grãos de areia para a cobertura herbácea dos campos, provocando o seu soterramento.

Com base no texto acima, assinale a alternativa correta.

a) Os areais do Sudoeste do Rio Grande do Sul, assim como os desertos, são caracterizados pelos baixos índices de precipitação durante todo o ano.

b) A textura arenosa é um dos indicativos da fragilidade dos solos no Sudoeste do Rio Grande do Sul.

c) Desmatamento das florestas no Sudoeste do Rio Grande do Sul é a causa principal da formação dos areais.

d) A atividade de pecuária do tipo intensivo e uma característica das propriedades rurais do Sudoeste do Rio Grande do Sul e tem provocado os areais.

e) A presença de grandes rebanhos de caprinos no Sudoeste do Rio Grande do Sul provação pisoteio excessivo nos campos herbáceos, ocasionando os areais.

Gab: B

Questão 169 - (ACAFE SC)

Sobre o desenvolvimento regional catarinense, a alternativa VERDADEIRA é:

a) A desregulamentação do setor carbonífero, promovida pelo governo CoIIor, impulsionou a atividade carbonífera no Sul de Santa Catarina, pois as boas condições de extração fizeram do carvão catarinense um dos mais baratos do mundo.

b) A entrada de capitais comerciais de outros Estados da Federação está levando à falência as principais redes de supermercados e de materiais de construção catarinenses.

c) A produção têxtil do Vale do Itajaí foi muito fortalecida nos últimos anos pela política de abertura econômica neoliberal posta em prática pelo Governo.

d) O setor eletromecânico do Nordeste catarinense passa por radical transformação nos últimos anos com o estabelecimento de multinacionais do setor na região.

e) O Oeste Catarinense vem passando por profunda crise e o controle das principais empresas agro-industriais da região estão passando para capitais extra-regionais, sobretudo estrangeiros.

Gab: D

Questão 170 - (UFG GO)

A figura abaixo mostra, entre outras informações, a região mais atingida pelo acidente radioativo acorrido em Goiânia, em 1987. Observe-a e responda:

clip_image006

a) Considerando a área urbanizada do município de Goiânia, qual foi a região mais afetada pelo acidente?

b) Qual a posição geográfica do depósito dos rejeitos do acidente, na figura acima?

c) Cite o nome dos municípios que fazem limite com o município de Goiânia:

c.1) a Nordeste:

c.2) a Oeste:

c.3) a Noroeste:

c.4) ao Sul:

Gab:

a) Admite-se como possíveis, as variações: centro, região central, Bairro Popular, Setor Aeroporto.

b) O depósito dos rejeitos está localizado na posição sudoeste tendo em vista as informações e posição a carta urbana.

c)

c.1) Nerópolis / Goianápolis

c.2) Trindade

c.3) Goianira / Santo Antônio

c.4) Aparecida de Goiânia

Questão 171 - (UFG GO)

Leia o poema a seguir.

Minha cidade

Goiás, minha cidade…

Eu sou aquela amorosa

de tuas ruas estreitas,

curtas,

indecisas,

entretanto,

saindo

uma das outras.

Eu sou aquela menina feia da ponte da Lapa

Eu sou Aninha. (…)

Eu sou a dureza desses morros,

revestidos,

enflorados,

lascados a machado,

lanhados, lacerados.

Queimados pelo fogo.

Pastados.

Calcinados.

Renascidos.

Minha vida,

meus sentidos,

minha estética

todas as vibrações

de minha sensibilidade de mulher,

têm, aqui, suas raízes.

CORALINA, Cora. Minha cidade. Poemas dos becos de Goiás e estórias mais. São Paulo: Global, p. 37–39.

No poema Minha cidade, Cora Coralina retrata a cidade de Goiás e simultaneamente registra a sua condição de mulher, aproximando em sua poesia a cidade da vida dos homens e mulheres que cruzam as ruas e morros da antiga capital do Estado, desde a época colonial. Mas as cidades assumem funções diversas, decorrente das especificidades históricas de cada período.

A cidade de Goiás ocupou a posição de capital do Estado, durante a primeira República, perdendo tal condição na década de 30. analise o papel representado pela cidade de Goiás no século passado e identifique as razões históricas e geográficas que justificaram a mudança da capital de Goiás para Goiânia.

Gab:

A cidade de Goiás era o símbolo do caiadismo e, portanto, da Primeira República. Para construir uma nova capital e sedimentar seu poder político, retirando o centro das decisões políticas e administrativas da órbita de influência dos Caiado, Pedro Ludovico Teixeira recupera a idéia da mudança da capital do Estado e da construção imediata de Goiânia. Com o discurso e a representação do novo, do progresso e da modernidade que, segundo os outubristas, 1930 traria para o Estado, atacou-se a velha capital. Ela foi eleita símbolo do atraso, da inoperância econômica, da letargia social, da estagnação geral que, se fazia acreditar, havia tomado conta do Estado, sendo Goiás a grande culpada. Assim, inadequação geográfica, falta de saneamento básico, insalubridade e estagnação econômica eram argumentos fartamente utilizados para atacar Goiás e justificar a construção de Goiânia.

Questão 172 - (UFPB)

Com relação à extração e beneficiamento dos seus recursos minerais, a Paraíba caracteriza-se, em linhas gerais, como um Estado sem tradição mineira. Porém, há áreas onde esta atividade assume relevante importância econômica e social. Este fato é decorrência, ora da existência de boas reservas minerais, ora devido à ausência de outras atividades para a população que habita essas regiões.

Com respeito ao exposto, é correto afirmar-se que:

a) O Litoral, Brejo, Cariri e Curimataú constituem áreas, onde a atividade mineira tem grande importância econômica e social.

b) O calcário constitui o único recurso mineral explorável no Estado.

c) A mineração, no Seridó paraibano e adjacências, representa uma atividade primária tradicional, atuando através de processos rudimentares, sobretudo na extração, onde a garimpagem assume papel de destaque.

d) A extração de areia, argila, água mineral e pedra para revestimento de ruas e paredes não é considerada atividade mineira.

e) As maiores reservas do país em calcário, bentonita e caulim localizam-se na Paraíba.

Gab: C

Questão 173 - (UFPB)

Sobre as características sócio-econômicas do Estado da Paraíba, pode-se afirmar:

I. O algodão constitui-se como o principal produto na economia paraibana, apesar do declínio recente da produção.

II. A migração campo-cidade, acelerada a partir dos anos 70, gerou a ocupação das “pontas de rua”, ou “periferia”, nas pequenas cidades paraibanas.

III. O turismo estadual concentra seus investimentos na publicidade sobre João Pessoa, vendendo a imagem de “cidade verde” no país e no exterior.

Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s):

a) I.

b) II.

c) III.

d) I e III.

e) II e III.

Gab: E

Questão 174 - (UFMG)

Todas as alternativas apresentam características corretas do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais, EXCETO:

a) Apresenta níveis de miséria, analfabetismo e mortalidade infantil que superam, significativamente, as médias nacionais.

b) Enfrenta o esgotamento das reservas minerais, o que expulsa os grandes capitais públicos e privados tradicionalmente investidos na região.

c) Serve-se da água do rio que Ihe dá nome, secularmente agredido pela presença dos garimpos às suas margens.

d) Vem perdendo parte da sua população ativa rural que se emprega como bóia-fria nas áreas de agricultura comercial importante.

Gab: B

Questão 175 - (UNIFICADO RJ)

O mapa abaixo identifica as regiões econômicas que compõem o Sudeste Brasileiro. Assinale a única associação correta entre uma dessas regiões e sua respectiva característica econômica.

clip_image008

clip_image010

Gab: B

Questão 176 - (UNIFICADO RJ)

No final do século XX, houve a fundação de um grande número de indústrias no Rio de Janeiro. Inicialmente, estes estabelecimentos se fixaram no centro da cidade. Depois, começaram a se transferir para um bairro de localização privilegiada (pela proximidade do porto e de ramais ferroviários) e que possuía infraestrutura (decorrente do fato de ter sido área residencial da nobreza do Império). Esse bairro é:

a) Méier.

b) Estácio.

c) Cidade Nova.

d) São Cristóvão.

e) Del Castilho.

Gab: D

Questão 177 - (UFG GO)

Os quadrinhos nos chamam atenção para necessidade prática de se interpretar corretamente um mapa e, assim, não ficarmos “perdidos” em nosso espaço geográfico.

clip_image012

Tomando-se como sistema de orientação representado no mapa abaixo, as informações locacionais que o mesmo possui e os seus conhecimentos geográficos, é correto afirmar-se que:

clip_image014

01. Gama é a cidade satélite que se dispõe na porção mais setentrional do Distrito Federal;

02. o rio Descoberto é um dos limites ocidentais do Distrito Federal;

04. a escala do mapa diminui a distância real a ser percorrida entre o Plano Piloto e Brazlândia;

08. Ceilândia e Taguatinga formaram um núcleo urbano contínuo, constituindo-se em exemplos de cidades conurbadas;

16. Em se deslocando de Sobradinho para Brazlândia e, a seguir, rumando-se para Gama e, finalmente, para Planaltina, as direções seguidas são leste– sul– noroeste.

Gab: FVFVF

Questão 178 - (UFG GO)

Ocupando uma posição central em relação ao conjunto do Brasil, Goiás estaria teoricamente numa posição privilegiada, em termos de integração econômica com as outras Unidades da Federação.

No entanto, por paradoxal que pareça, o que se verifica historicamente é que Goiás esteve, durante séculos, relativamente isolado, em relação às regiões de maior dinamismo econômico do país, e só recentemente conseguiu integrar-se, parcialmente, ao processo de desenvolvimento econômico.

Acerca desta situação e de suas causas, é correto afirmar-se que:

01. uma das causas desse isolamento foi a falta de uma rede de transportes, adequada ao escoamento das riquezas aqui produzidas, bem como a importação de bens necessários à expansão e modernização da produção local;

02. no atual contexto econômico de Goiás, onde se destaca a produção de grãos e carne para o mercado externo, a modalidade de transporte mais adequada é, segundo todas as evidências, a ferrovia, pelo seu baixo custo de operação e alta capacidade de carga;

04. em termos de infra-estrutura e de distância dos mercados de destino, o porto de Itaqui (Ponta da Madeira), no Maranhão, é o mais conveniente para as exportações goianas, com vantagens indiscutíveis em relação aos congêneres de Vitória (ES) e Santos (SP);

08. a hidrovia Araguaia – Tocantins, outrora defendida por Couto Magalhães, não é atualmente a solução ideal nem a mais viável, pois sua implantação, além de caríssima, implicaria problemas ambientais muito graves e ainda mal avaliados;

16. as rodovias, notadamente a Belém – Brasília, cuja capacidade já está praticamente saturada, também não constituem solução adequada, devido ao seu alto custo de ampliação e manutenção e á baixa capacidade de carga.

Gab: VVVVV

Questão 179 - (UFPB)

A figura abaixo representa o Estado do Ceará, cujo governo construiu recentemente o Canal do Trabalhador, com 116 km de extensão, visando principalmente a:

clip_image016

a) perenizar o rio Jaguaribe.

b) solucionar definitivamente o problema da seca no Estado.

c) implantar perímetros irrigados.

d) normalizar o abastecimento de água na capital.

e) ampliar o suprimento de água nos municípios mais afetados pela seca.

Gab: D

Questão 180 - (UnB DF)

Brasília significa importante realização do urbanismo no século XX. Atualmente o poder público detém a propriedade da maior parte das terras do DF e possui a exclusividade das ações do planejamento. Concernentemente à urbanização do DF, julgue os itens.

00. O sítio urbano de Brasília foi escolhido com base em fatores econômicos e científicos, bem como nas condições de clima e de beleza.

01. A preservação do aspecto límpido do plano original foi possível por meio da estratégia comum a todos os governos, tanto militares como civis, qual seja a de “preservar”, segregando espacial e socialmente a população de baixa renda.

02. Atualmente cerca de 50% da população do DF residem em cidades-satélites, que desenvolvem funções econômicas e políticas independentes do Plano Piloto.

03. No plano original, os sítios urbanos das cidades-satélites foram planejados para receber e fixar elevado contingente populacional.

Gab: ECEE

Questão 181 - (UFRN)

No Rio Grande do Norte, a produção de petróleo ocorre na Bacia Sedimentar Potiguar, concentrando-se nas mesorregiões:

a) Oeste Potiguar e Central Potiguar

b) Central Potiguar e Agreste Potiguar

c) Oeste Potiguar e Leste Potiguar

d) Agreste Potiguar e Leste Potiguar

e) Leste Potiguar e Central Potiguar.

Gab: A

Questão 182 - (UFG GO)

Na Amazônia, além da floresta, há também a riqueza das jazidas minerais e a exuberância da maior bacia hidrográfica do planeta. Os rios da Amazônia apresentam diferentes cores em função da região onde nascem, do relevo e da natureza do terreno que atravessam.

Sobre o Domínio Amazônico é correto afirmar que:

01. a Bacia, Amazônica é área constituída por rochas sedimentos, enquanto as áreas circundantes pertencem ao escudo cristalino;

02. os minérios de ferro, manganês, estanho e o ouro estão entre os bens minerais extraídos da Amazônia;

04. o rio Amazonas é rio de planície, porém parte dos seus afluentes são rios de planalto;

08. os rios de águas brancas atravessam regiões mais acidentadas, por isto transportam maior carga de sedimentos

16. os rios de águas negras carregam grande quantidade de matéria orgânica dissolvida;

32. os rios provenientes da região andina depositam sedimentos mais férteis do que aqueles cujas nascentes estão em território brasileiro.

Gab: VVVVVV

Questão 183 - (UFPB)

A partir do mapa referente às regiões geográficas da Paraíba, pode-se inferir que:

clip_image018

I. 1 corresponde ao Litoral, 3 à Depressão e 4 à Borborema.

II. 1 corresponde ao Litoral, 2 à Borborema e 4 ao Sertão.

III. 1 corresponde ao Litoral, 3 à Borborema e 2 à Depressão.

Está(ão) correto(s) apenas:

a) I

b) II

c) III

d) I e II

e) I e III

Gab: C

Questão 184 - (UFG GO)

Os fatores históricos e geográficos responsáveis pelo povoamento dos Estados de Goiás e Tocantins são praticamente os mesmos que deram origem às suas cidades: exploração do ouro, colonização espontânea ou oficial, ferrovias, rodovias, etc. Nenhuma cidade goiana ou tocantinense nasceu de atividade industrial propriamente dita, pois, o processo de industrialização é ainda lento e pouco significativo.

(GOMES H., TEIXEIRA NETO, A Geografia : Goiás-Tocantins 1993,p 67).

O texto citado expõe algumas causas do “nascimento de cidades” no espaço goiano-tocantinense. Considerando-se tal aspecto do povoamento e urbanização desses estados, é correto afirmar que:

01. no período da mineração (séculos XVIII e XIX), surgiram cidades onde predominava o estilo neoclássico nas construções. Verificava-se, ainda, um padrão de segregação residencial em que os pobres (negros) ocupavam os cortiços existentes nas áreas centrais e a elite(branca) dispunha-se na periferia urbana;

02. os “Patrimônios” foram grandes centros que se originaram a partir de atividades administrativas ligadas ao poder público, tal como Vila Boa (antiga capital de Goiás);

04. Mossâmedes e Porangatu são exemplos de cidades que surgiram através das missões religiosas do século XIX, as quais objetivavam acolher os negros, recém libertos da escravidão, e prepará-los para o trabalho assalariado;

08. A construção de vias de transportes (rodovias e ferrovias) pouco contribui para a formação de cidades em Goiás e Tocantins, pois não houve o interesse de se integrar estes estados ao capitalismo internacional.

Gab: FFFF

Questão 185 - (UFF RJ)

O interesse dos governos estaduais em instalar indústrias em suas áreas por meio de incentivos fiscais levou-os a travar uma “guerra fiscal”. Um dos Estados que há pouco se valeu desse recurso foi o Rio de Janeiro.

Assinale a opção que indica corretamente a região do Estado do Rio de Janeiro que mereceu, recentemente, destaque no noticiário dos jornais pela instalação de grande indústria atraída por essa política da “guerra fiscal”:

a) Turística da costa sul.

b) Campos, no norte fluminense.

c) Serrana norte.

d) Vale médio do rio Paraíba do Sul.

e) Suburbana do Grande Rio.

Gab: D

Questão 186 - (UnB DF)

A rápida expansão das paisagens antrópicas sobre as paisagens naturais no DF provoca alterações nos geossistemas e na dinâmica do meio meio ambiente. Observe o Mapa de Setorização Ambiental do DF e julgue os itens:

clip_image020

00. A área 1, corresponde às paisagens naturais das reservas protegidas por lei e às paisagens seminaturais dos vales dos rios Descoberto e Maranhão.

01. A área 2, corresponde aos geossistemas da borda de chapada, em contato com vales e encostas.

02. Na área 3, a ação antrópica atua com fraca intensidade, encontrando-se toda a área planejada de acordo com os novos propósitos do desenvolvimento sustentável.

03. A área 4, corresponde à periferia de paisagens urbanizadas; esta área e trechos ao longo das rodovias concentram dois terços das 52 grandes voçorocas mapeadas no DF.

04. A área 5, corresponde a áreas urbanizadas que abrigam aproximadamente 1.600.000 habitantes onde se registram taxas de densidade demográfica radicalmente diferenciadas.

05. A área 6, representa os espelhos d’água, onde se destaca o Lago Artificial do Paranoá, cotado no nível altimétrico de 1.200 m.

Gab: ECECEE

Questão 187 - (UnB DF)

A intenção de construir uma cidade planejada como Brasília dentro de um país dependente e com graves problemas econômicos e sociais provoca especificidades no processo de formação desse espaço. Com base nesta afirmação e nos conhecimentos sobre o espaço geográfico do Distrito Federal, pode-se afirmar que:

00. A expulsão de considerável contingente de população de baixa renda para além dos limites do Distrito Federal é uma das conseqüências do esquema monopólico de licitação das terras do Distrito Federal.

01. A especialização do Distrito Federal com a formação de assentamentos urbanos tem modelo conurbado.

02. A ocupação urbana da periferia goiana fez surgir um movimento migratório no Distrito Federal.

03. As três reservas ecológicas e as seus áreas de proteção ambiental do Distrito Federal revelam a preocupação da intervenção planejada com a preservação ambiental.

04. Os cerrados, vegetação predominante no Distrito Federal, abrigam pouca diversidade de espécies nativas e, por isto, estão bastante preservados.

Gab: CECEE

Questão 188 - (UFPB)

Relacionando-se as regiões do Estado da Paraíba, numeradas no mapa, com as afirmativas abaixo:

clip_image022

( ) Antiga região produtora de café e hoje de cana-de-açúcar, gado e cultura de subsistência.

( ) Região produtora de algodão, gado e com presença de muitos latifúndios.

( ) Antiga zona da mata e atual zona canavieira.

Conclui-se que a seqüência numérica correta é:

a) 3, 5, 6

b) 2, 4, 7

c) 3, 1, 7

d) 3, 4, 1

e) 1, 7, 6

Gab: D

Questão 189 - (UnB DF)

O Distrito Federal possui 95% do seu território drenado por bacias hidrográficas. Observando as áreas assinaladas no mapa abaixo, é correto afirmar-se que:

clip_image024

00. As bacias situadas nas áreas I e IV fazem parte da grande Bacia do Rio Paraná.

01. Na área II, situa-se a Bacia do Rio Maranhão.

02. Na área III, situa-se a Bacia do Rio Preto.

03. A degradação do meio ambiente no Distrito Federal apresenta-se mais acentuada na Bacia da área III.

Gab: CCCC

Questão 190 - (UnB DF)

Partindo-se do pressuposto de que Brasília representa um caso especial no contexto do sistema urbano brasileiro, é correto afirmar-se que:

00. Sua complexidade funcional está relacionada com o desenvolvimento de atividades no setor industrial.

01. Possui massa populacional para ser considerada metrópole, de acordo com o contingente populacional estipulado pelo IBGE.

02. O seu polinucleamento urbano foi planejado por ação direta do Estado (GDF), ocasionando o aparecimento das Cidades Satélites.

03. O monopólio das terras urbanas nas mãos do poder público (GDF) permitiu uma distribuição sócio-espacial mais eqüitativa.

04. A preservação da Bacia do Lago Paranoá serviu de justificativa para o planejamento de núcleos urbanos isolados, ao longo de sua evolução urbana.

Gab: ECEEE

Questão 191 - (UnB DF)

Sobre as referências geográficas do Distrito Federal (DF), julgue os itens seguintes:

00. Tem uma área correspondente a 0,06% da superfície do território brasileiro, ou seja, de aproximadamente 10.000 km2.

01. Está localizado entre os paralelos de 15º13’ e 16º03’ de latitude sul e os meridianos de 47º25’ e 49º12’ de longitude WGr.

02. Apresenta como limites naturais o rio Descoberto, a leste, e o rio São Bartolomeu, a oeste.

03. Situa-se no Brasil central, que foi ocupado somente no século XVIII, com o implemento da mineração, como atividade econômica.

04. O domínio morfoclimático da região é o do Cerrado, cuja vegetação é semelhante às savanas africanas.

05. Brasília, com aproximadamente dois milhões de habitantes, apresenta fragilidade em sua atividade industrial, porém não possui problemas de infra-estrutura urbana.

Gab: ECECCE

Questão 192 - (UnB DF)

A Divisão Política do Distrito Federal constitui-se de doze Regiões Administrativas (RA’s), cujos limites estão registrados no mapa abaixo.

clip_image026

Com referência a essas RA’s, julgue os itens.

00. A região administrativa que faz divisa com Gama (RA II) e Planaltina (RA VI) é Paranoá (RA VII).

01. A RA IV é Brazlândia, incorporada ao território da nova capital com a inauguração de Brasília em 1960.

02. A RA XI é a região administrativa que oferece melhores condições para a instalação de indústrias no Distrito Federal.

03. Taguatinga (RA III), Guará (RA X) e Ceilândia (RA IX) são RA’s que se situam a oeste de Brasília.

04. A APA – Área de Preservação Ambiental da bacia do rio Descoberto está localizada na RA XII.

05. Na RA VIII encontra-se o Núcleo Bandeirante, cidade pioneira do DF.

06. A Estação de Águas Emendadas localiza-se na RA V.

Gab: CCECECE

Micro-Regiões–Questões ENEM–Exercícios Vestibulares VIII

Questão 132 - (PUC RS)

INSTRUÇÃO: Considere as afirmativas abaixo, sobre aspectos demográficos do Rio Grande do Sul.

I. A população gaúcha nos últimos 50 anos cresceu a uma taxa anual proporcional inferior à do Brasil.

II. Nas últimas décadas, houve um aumento de municípios com poucos habitantes no Estado, graças às emancipações municipais.

III. A maior concentração populacional do Estado abrange as áreas litorâneas, pois as ativi-dades econômicas relacionadas ao turismo exercem atração populacional.

IV. As migrações estão ocorrendo com maior freqüência para as cidades menores, em conseqüência dos trabalhos temporários existentes nas áreas rurais.

A análise das afirmativas permite concluir que está correta a alternativa

a) I e II

b) I, II e III

c) I e III

d) II e III

e) II, III e IV

Gab: A

Questão 133 - (PUC PR)

Assinale a alternativa que corresponde às afirmações verdadeiras sobre o Estado do Rio Grande do Sul:

I. Os imigrantes de origem alemã fixaram-se principalmente no vale do rio dos Sinos ao norte de Porto Alegre.

II. As cidades de Bagé, Alegrete e São Gabriel localizam-se na região de campos conhecida como Campanha Gaúcha.

III. Para quem se dirige do Atlântico para o continente, na entrada da Lagoa dos Patos fica o importante porto de Torres.

IV. Na chamada "Região Serrana" (Serra Gaúcha., onde estão as cidades de Bento Gonçalves e Caxias do Sul, dominou a colonização italiana.

a) III e IV.

b) Apenas II e IV.

c) I e III.

d) II e III.

e) I, II e IV.

Gab: E

Questão 134 - (UFG GO)

A partir de meados do século XX, o processo de industrialização do Brasil, concentrado especialmente em S. Paulo, provocou o surgimento de uma nova forma de organização do espaço geográfico, segundo um esquema de centro e periferias.

Considerando-se que a regionalização do Brasil em centro e periferias é resultado da divisão territorial do trabalho, faça o que se pede:

a) cite duas transformações sócio-espaciais, em Goiás, conseqüentes da "integração" deste estado ao espaço econômico nacional;

b) cite a função econômica do estado de Goiás no espaço nacional integrado.

Gab:

a) Urbanização, destruição da vegetação nativa (cerrado0

b) fornecimento de matérias–primas agrícolas

Questão 135 - (UFC)

Sobre Fortaleza e sua Região Metropolitana, é correto afirmar que:

a) o crescimento da população urbana, nos últimos anos, foi acompanhado de elevação do número de empregos industriais, atendendo às necessidades do mercado de trabalho.

b) as políticas para o setor de habitação, através do programa de mutirões habitacionais, solucionaram o problema das favelas.

c) compõem hoje a Região Metropolitana de Fortaleza os seguintes municípios: Maranguape, Caucaia, Maracanaú, Aquiraz, Eusébio, Baturité e Caridade.

d) o crescimento demográfico do município de Fortaleza, a partir de 1950, tem-se dado, principalmente, em função do crescimento migratório.

e) a ampliação da infra-estrutura urbana tem conseguido acompanhar o ritmo de crescimento de Fortaleza.

Gab: D

Questão 136 - (UFC)

No que se refere ao espaço geográfico cearense, assinale a alternativa correta.

a) O algodão, tradicionalmente cultivado nas superfícies sertanejas, é ainda hoje o principal produto agrícola do Ceará.

b) No Cariri cearense, região de produção de cana-de-açúcar e lavouras de subsistência, estão as mais baixas densidades demográficas.

c) Na região da Chapada do Apodi desenvolvem-se modernos projetos agroindustriais com base na irrigação.

d) Entre os maciços residuais destaca-se o Planalto da Ibiapaba, onde predominam as atividades pecuárias e as baixas densidades demográficas.

e) No Maciço de Baturité predominam as grandes propriedades rurais ocupadas pela pecuária extensiva.

Gab: C

Questão 137 - (PUC RS)

Qual das características abaixo NÃO corresponde à realidade de Porto Alegre no que se refere à situação geográfica e ao sítio urbano?

a) A cidade está localizada à margem esquerda de um corpo lagunar chamado Guaíba.

b) Os morros mais altos são graníticos, antigos e arredondados, em conseqüência dos agentes erosivos.

c) É a capital administrativa do Estado, locali-zando-se no setor centro-oriental do Rio Grande do Sul.

d) A ligação hidroviária da cidade para o exterior dá-se através dos rios Jacuí e Sinos.

e) A depressão, onde se localiza grande parte do tecido urbano, é relativa aos relevos adja-centes.

Gab: D

Questão 138 - (VUNESP SP)

A bacia hidrográfica representada no mapa é formada por dois importantes rios do setor nordeste do Estado de São Paulo.

clip_image002

Assinale a alternativa que contém os nomes desses rios e a unidade fisiográfica onde suas nascentes se localizam.

a) Grande e Paranapanema; média depressão periférica

b) São José dos Dourados e Tietê; Planalto Ocidental Paulista

c) Jacaré-Pepira e Capivari; planalto Atlântico

d) Piracicaba e Jundiaí; planalto Ocidental Paulista

e) Mogi-Guaçu e Pardo; planalto Atlântico

Gab: E

Questão 139 - (UFMA)

Na economia maranhense, a exploração madeireira e a sojicultura ocupam posição destacada.

clip_image004

Quais os ambientes mais alterados por essas atividades?

a) Palmáceas e Floresta Amazônica

b) Manguezais e Palmáceas

c) Campos Inundáveis e Dunas

d) Cerrado e Palmáceas

e) Floresta Amazônica e Cerrado

Gab: E

Questão 140 - (UFMA)

As lutas entre posseiros, proprietários de terras e grileiros resultam em conflitos com violência e morte no campo. Escolha a alternativa que contém as áreas do território maranhense mais afetadas por esses conflitos.

clip_image005

a) Palmáceas, Campos Inundáveis e Manguezais

b) Campos Inundáveis, Manguezais e Palmáceas

c) Dunas, Floresta Amazônica e Campos Inundáveis

d) Floresta Amazônica, Palmáceas e Cerrado

e) Manguezais, Cerrado e Floresta Amazônica

Gab: D

Questão 141 - (UFMG)

Leia o texto.

Diz-se, porém, que Minas são muitas. E, assim como a cultura, os indicadores da saúde pública também refletem as contradições de um território vasto e marcado pelos contrastes. A despeito de todo o desenvolvimento científico e tecnológico incorporado pelos serviços de saúde na Capital e nas cidades-pólo, os mineiros ainda morrem por males do passado. O atraso não congelou no tempo apenas as regiões do Estado onde se verificam os piores indicadores socioeconômicos, alastrando-se pela periferia das principais cidades mineiras, onde é reproduzido um cenário de miséria medieval.

Estado de Minas, 5 abr. 1998. Caderno Especial/Saúde, p. 31. (Texto adaptado )

Com base nas informações desse texto e em conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que:

a) a frase "os mineiros ainda morrem por males do passado" implica a idéia de que os avanços da medicina se têm mostrado insuficientes para erradicar doenças antigas e conhecidas.

b) a saúde pública de uma dada região constitui um indicador da qualidade ambiental e da qualidade de vida de sua população o qual se revela mais consistente que muitos dos indicadores econômicos.

c) as cidades de algumas regiões de Minas Gerais, apesar do desempenho favorável dos seus indicadores socioeconômicos, têm sido sitiadas por condições de vida até bem pouco tempo exclusivas do norte e nordeste do Estado.

d) os problemas de saúde pública tradicionalmente observados nas regiões mais carentes do Estado vêm sendo reproduzidos na periferia da capital mineira e dos centros urbanos de expressão regional.

Gab: A

Questão 142 - (FUVEST SP)

Muitas vilas e cidades da Amazônia sofreram impactos devido às políticas de desenvolvimento regional. Assinale a alternativa que melhor expresse as conseqüências dessas políticas para a população local.

a) Desorganização das economias tradicionais e involução das capitais regionais.

b) Estagnação de muitas cidades ribeirinhas pouco favorecidas pelas políticas de desenvolvimento e involução das capitais regionais.

c) Desenvolvimento das economias tradicionais em decorrência do crescimento de novos centros urbanos.

d) Desorganização das economias tradicionais e estagnação de muitas cidades ribeirinhas pouco favorecidas pelas políticas de desenvolvimento.

e) Desenvolvimento das economias tradicionais e crescimento desordenado das capitais regionais.

Gab: D

Questão 143 - (UFRGS)

O gráfico abaixo mostra as alterações que ocorreram no município de São Francisco de Assis, no Oeste do Estado do Rio Grande do Sul, na densidade de carga nos campos - índice que relaciona o número de bovinos e a superfície da atividade pastoril.

clip_image007

Com base no gráfico e nas características da agropecuária gaúcha, são feitas as seguintes afirmações.

I. A diminuição da superfície disponível à prática pastoril e o aumento do número de cabeças de gado, entre 1970 e 1985, revelam uma forte pressão agrícola no município em questão, onde ocorre o processo de arenização.

II. A diminuição da superfície disponível à criação extensiva entre 1970 e 1985 sugere o aumento da superfície reservada às culturas sazonais (trigo, soja e milho).

III. O aumento, tanto da superfície pastoril quanto do número de cabeças de gado entre 1950 e 1970, provocou o aumento da densidade de carga.

Quais estão corretas?

a) Apenas I.

b) Apenas II.

c) Apenas I e II.

d) Apenas II e III.

e) I, II e III.

Gab: C

Questão 144 - (UFRN)

Do ponto de vista econômico, os manguezais dos estuários do Potengi e do Curimataú, no Rio Grande do Norte, são importantes pelo(a):

a) presença de canaviais em suas margens.

b) crescimento de núcleos agroindustriais em seu entorno.

c) quantidade de peixes e de crustáceos que vivem em suas águas.

d) quantidade de salinas localizadas nessas áreas.

Gab: C

Questão 145 - (UFRN)

O Litoral Setentrional do Rio Grande do Norte apresenta um clima tropical quente e seco, com uma média pluviométrica em torno de 400 e 600mm por ano, distribuída entre janeiro e abril.

Essa característica climática beneficia a atividade econômica seguinte:

a) extração do sal marinho

b) agricultura de subsistência

c) cultivo do algodão herbáceo

d) desenvolvimento da pecuária de corte

Gab: A

Questão 146 - (UFSC)

Observe o mapa de Santa Catarina e assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) que tenha(m) relação com a região hachurada.

clip_image009

BACIAS HIDROGRÁFICAS DE SANTA CATARINA: DIAGNÓSTICO GERAL. Secretaria de Estado do Desenvolvimento

Urbano e Meio Ambiente – Florianópolis, 1977. (adaptado)

01. A economia dessa região é caracterizada pela concentração da extração de carvão e de outros minerais não-metálicos, como o caulim e a argila, matérias-primas para a indústria cerâmica, além das indústrias de confecção e de transformação de plásticos.

02. Essa região do estado catarinense apresentou uma acentuada diminuição dos postos de trabalho na área do carvão, devido à decisão do governo Collor de liberar totalmente as importações nesse setor.

04. Os investimentos no setor madeireiro, nas indús-trias de celulose e papel, na produção de maçã e no potencial turístico das fazendas rurais fizeram retomar a expansão e o crescimento dessa região.

08. O comprometimento hídrico dessa região é pro-vocado, principalmente, pela extração e beneficiamento do carvão, mas também pelo uso de agrotóxicos, esgotos domésticos, dejetos industriais e salinização dos rios próximos à foz.

16. O setor cerâmico, que aproveita os recursos mi-nerais não-metálicos dessa região, é um dos que, no estado catarinense, mais vai usar o gás boliviano trazido pelos gasodutos até a região Sul.

Gab: 27

Questão 147 - (PUC RS)

INSTRUÇÃO: considere o texto abaixo, sobre paisagens do Rio Grande do Sul, de Suertegaray(1998).

“Quando criança, nos campos da tia Amélia, brinquei nos areais, ao Sol do meio-dia. Era proibido brincar, ao Sol do meio-dia. Quando adulto, nos campos da tia Amélia, voltei aos areais. Ao Sol do meio-dia, lá eles não estão mais.”

A paisagem do Rio Grande do Sul abordada no texto pode ser relacionada:

a) à desertificação no Sudoeste do Rio Grande do Sul, causada pela precipitação idêntica à de um deserto.

b) a uma área desprovida de vida, com dunas migrantes, localizada ao Sul do Rio Grande do Sul.

c) à paisagem localizada ao Sudoeste do Rio Grande do Sul, caracterizada pela ocorrência de áreas arenosas, desprovidas de vegetação.

d) aos areais do litoral gaúcho, onde a vegetação está se tornando escassa, devido à ocupação com a agricultura.

e) à ocorrência de desertos em vários locais do Estado, ocasionados exclusivamente pela ação antrópica.

Gab: C

Questão 148 - (PUC RS)

INSTRUÇÃO: considere as seguintes informações.

Na coluna da esquerda estão relacionadas duas grandes áreas do Rio Grande do Sul e na coluna da direita, as suas características.

1. COLÔNIA

2. CAMPANHA

( ) predomínio de grandes propriedades

( ) colonização alemã e italiana

( ) pecuária de grande porte e rizicultura

( ) encosta de planalto

Relacionando-se a coluna da esquerda com a da direita, obtêm-se, de cima para baixo, os números na seqüência

a) 2, 1, 2, 1

b) 1, 2, 1, 2

c) 1, 1, 2, 2

d) 2, 2, 1, 1

e) 2, 2, 2, 1

Gab: A

Questão 149 - (UFC)

Considere as seguintes afirmativas abaixo sobre a economia do Estado do Ceará:

I. O polo têxtil e de confecções do Ceará é destaque entre as indústrias de transformação.

II. O Ceará possui mais de vinte empresas calçadistas distribuídas em cidades do interior e na capital.

III . O turismo no Ceará vem sendo desenvolvido nas cidades interioranas, caracterizando-se como eminentemente rural.

Sobre as afirmativas acima, pode-se dizer corretamente que:

a) apenas II é verdadeira.

b) apenas I e II são verdadeiras.

c) apenas I e III são verdadeiras.

d) apenas III é verdadeira.

e) I, II e III são verdadeiras.

Gab: B

Questão 150 - (PUC RS)

INSTRUÇÃO: considere o mapa abaixo, referente à economia gaúcha.

clip_image011

A área hachurada representa ___________,

tendo como cidade importante __________.

a) a produção de fumo – Santa Cruz do Sul

b) atividades industriais – Caxias do Sul

c) a criação de pecuária extensiva – Uruguaiana

d) a extração de pedras semipreciosas – Lageado

e) a extração de carvão mineral – Rio Pardo

Gab: A

Questão 151 - (UCCS RS)

O Rio Grande do Sul possui um parque industrial diversificado. Nas cidades de Caxias do Sul, Cruz Alta, Uruguaiana e Pelotas, é correto destacar, respectivamente,

a) a indústria de bebidas, a agroindústria do trigo, a agroindústria do arroz e a indústria alimentícia.

b) a indústria metal-mecânica, a agroindústria da soja, a agroindústria têxtil e a indústria do pescado.

c) a indústria de bebidas, a agroindústria do fumo, a agroindústria da pecuária e a indústria de fertilizantes.

d) a indústria moveleira, a a agroindústria do milho, a agroindústria do arroz e a indústria química.

e) a indústria metal-mecânica, a agroindústria da soja, a agroindústria da pecuária e a indústria alimentícia.

Gab: E

Questão 152 - (UCCS RS)

Pela análise das áreas de colonização no Rio Grande do Sul, é certo concluir que Considere o mapa abaixo.

clip_image013

a) os imigrantes alemães ocuparam primeiramente a porção inferior da encosta do planalto Norte-rio-grandense, onde fundaram uma série de povoados, sendo que alguns se transformaram em importantes centros industriais, como Novo Hamburgo.

b) os imigrantes italianos ocuparam a porção superior da encosta do planalto Sul-rio-grandense, onde a presença de solos férteis favoreceu a vitivinicultura, como a existente em Bento Gonçalves.

c) os imigrantes poloneses localizaram-se no Alto Uruguai, área de relevo pouco acidentado e de fácil acesso ao mercado consumidor, contribuindo para a organização de importantes núcleos urbanos regionais.

d) os imigrantes açorianos expandiram o povoamento do Rio Grande do Sul, tendo-se estabelecido especialmente na Campanha, onde se dedicaram à criação de rebanhos de bovinos e ovinos.

e) os imigrantes holandeses, no final do século XIX, estabeleceram-se na região de Não-Me-Toque, desenvolvendo atividades manufatureiras e o cultivo de flores.

Gab: A

Questão 153 - (UNIOESTE PR)

Sobre o processo de ocupação do interior do Paraná, ocorrido neste século XX, é correto afirmar que:

01. no Norte do Estado, a ocupação de uma extensa área foi planejada e dirigida por uma empresa privada de colonização, que adquiriu as terras junto ao Governo Paranaense e foi responsável pela fundação de cidades como Londrina, Maringá e Cianorte, entre outras.

02. no Oeste e Sudoeste houve a predominância de correntes migratórias procedentes de Minas Gerais e diversos outros estados nordestinos a partir dos anos cinqüenta.

04. os antigos habitantes dessas terras – os indígenas – foram incorporados pacificamente ao modelo de colonização implementado no estado, sendo indenizados pelo governo através da concessão de lotes de terras para garantir a produção agrícola e desenvolvimento econômico e social das suas comunidades.

08. foi marcado por conflitos resultantes da luta pela posse da terra, como foi o caso da chamada “Guerra de Porecatu”, na qual posseiros resistiram às ações de grandes fazendeiros e grileiros que procuravam tirá-los das terras em litígio.

16. a sojicultura, atividade de exportação responsável pela organização agroindustrial do estado, impulsionou economicamente a ocupação do Norte e Noroeste do Paraná, a partir dos anos cinqüenta.

Gab: 09

Questão 154 - (UFG GO)

A formação territorial dos estados de Goiás e Tocantins resulta de processos de povoamento e urbanização que foram comuns até 1988, quando ocorreu a separação dos dois estados. Cite e explique dois fatores de povoamento.

Gab:

O povoamento nos estados de Goiás e Tocantins ocorreu de forma bastante lenta. No decurso de um século (de 1800 a 1900), a população expandiu-se pelo território, criando núcleos, povoações e cidades. O processo de povoamento foi intensificando-se geográfica e historicamente, no século XX, devido aos seguintes fatores:

¨ expansão da mineração no século XVIII – que propiciou o surgimento dos primeiros povoados em torno das áreas de mineração;

¨ desenvolvimento da agropecuária tradicional nos séculos XIX e XX – que foi ocupando as áreas decadentes da mineração, ou até mesmo funcionando como atividade complementar;

¨ colonização espontânea e oficial em áreas pioneiras dos estados, nas primeiras décadas do século XX – ocorreu de forma espontânea, e a partir das políticas de integração e gestão do território nacional;

¨ garimpagem de pedras preciosas e cristal de rocha, no século XX – desenvolveu-se atraindo a população de outras regiões e de indústrias mineradoras;

¨ criação e expansão de ferrovias e rodovias de integração nacional, também no século XX – processo que se incrementou a partir das políticas de integração do território nacional e juntamente com a transferência da capital, de Goiás Velho para Goiânia, e, posteriormente, com a construção de Brasília;

¨ expansão da fronteira agrícola, baseada nas culturas da soja e da cana-de-açúcar e na pecuária melhorada – propiciada pelas políticas de integração e de gestão do território nacional, e a apropriação do cerrado pelos migrantes das regiões sul e nordeste;

Todos esses fatores atraíram populações e atividades que efetivaram o povoamento e a urbanização do território que era comum a esses dois estados, até 1988.

O processo de povoamento e urbanização ocorreu de modo desigual, pelo território, articulando atividades econômicas, como a pecuária, a mineração e a agricultura, que conferiram certa identidade aos dois estados.

Questão 155 - (UFRN)

No Vale do Açu, nos últimos anos, um novo produto vem destacando-se nas exportações de frutos tropicais, colaborando com a diversificação da fruticultura do Rio Grande do Norte.

Trata-se de:

a) caju.

b) acerola.

c) banana.

d) uva.

Gab: C

Questão 156 - (UFRN)

O quadro abaixo apresenta 3 mesorregiões do Estado do Rio Grande do Norte que, historicamente, foram formadas devido ao desenvolvimento de importantes atividades agropecuárias.

REGIÃO ATIVIDADE AGROPECUÁRIA

Leste Potiguar Monocultura canavieira

X Pecuária extensiva

Y Policultura tradicional

As regiões X e Y são, respectivamente,

a) Agreste Potiguar e Oeste Potiguar

b) Central Potiguar e Agreste Potiguar

c) Agreste Potiguar e Central Potiguar

d) Oeste Potiguar e Central Potiguar

Gab: B

Questão 157 - (UFSC)

Observe, com atenção, o mapa abaixo e suponha a realização de uma viagem percorrendo o trajeto descrito pela linha que vai do ponto demarcado com a letra A até o ponto C.

clip_image015

FONTE: Adaptado do mapa dos Meios de Transporte - Atlas Escolar de SC - 1991

Com relação a esse trajeto, identifique a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).

01. O trajeto da viagem é realizado, em parte, através da BR 101, a principal rodovia federal de Santa Catarina, que corta o estado acompanhando a faixa litorânea.

02. Ao longo desse percurso, o ponto assinalado com o no 1 indica a localização do Balneário Camboriú, importante centro turístico do Estado.

04. A letra A, que assinala o local de partida da viagem, corresponde à cidade de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, onde teve destaque a colonização açoriana.

08. O percurso da viagem de A a B obedece ao sentido sul-norte e de B a C, o sentido leste-oeste, atravessando uma região catarinense dedicada à pecuária de corte.

16. O no 2 indica a cidade de Joinville que se destaca por sua diversificada produção industrial e também como o município mais populoso do Estado.

32. A segunda parte da viagem, que vai de B a C, é realizada pela BR 470 e percorre parte do Vale do Itajaí-Açu, área com destaque no contexto econômico catarinense.

Gab: 39

Questão 158 - (UCCS RS)

Considere o mapa abaixo.

clip_image017

A área hachurada corresponde:

a) à abrangência da bacia dos afluentes do rio Jacuí.

b) ao espaço ocupado pela Reserva de Nonoai, nos municípios de Nonoai e Planalto.

c) aos areais do sudoeste do Rio Grande do Sul.

d) ao Parque Ecológico do Espigão Alto, em Barracão.

e) à região demarcada para os indígenas Caingangues, no sudeste do Rio Grande do Sul.

Gab: C

Questão 159 - (UFMT)

Leia o texto abaixo e julgue os itens.

A prática do trabalho escravo ainda é uma constante nas regiões Leste e Norte de Mato Grosso, mesmo 109 anos depois da assinatura da Lei Áurea. No ano passado, das 2.487 pessoas descobertas mantidas em regime de escravidão ou semicativeiro no País, 510 (20,5%) trabalhavam em fazendas de Mato Grosso, nos municípios de Comodoro, São Félix do Araguaia e Vila Rica. É o que mostra o relatório anual da Comissão Pastoral da Terra (CPT).

(Fonte: Jornal “A Gazeta”, 27/07/97)

00. Os trabalhadores são explorados com baixos salários e estão sempre endividados com os patrões; esta é uma das formas de mantê-los em regime de semicativeiro.

01. A diversidade das lutas dos trabalhadores rurais está intimamente ligada às condições específicas das relações de trabalho estabelecidas nos diferentes locais do país.

02. Os trabalhadores aos quais o texto se refere são assalariados permanentes que trabalham em regime sazonal nas pequenas propriedades do norte mato-grossense.

03 Os municípios de Comodoro, São Félix do Araguaia e Vila Rica localizam-se na porção Sudeste (SE) do Estado e possuem a mesma base econômica voltada para a exportação da borracha.

Gab: CCEE

Gostou? Compartilhe o Blog!!!

Facebook Twitter Addthis