quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Prova de Geografia Federal – Fase 2 - 2006

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

PROCESSO SELETIVO SERIADO 2006 – 2ª FASE


GEOGRAFIA

19. Considere o mapa sobre a localização espacial das indústrias de ponta, na era da globalização,

abaixo apresentado.

O mapa mostra que as indústrias estão

(A) muito concentradas no hemisfério norte,

com destaque para América do Norte,

Europa Ocidental e Japão, por estarem

localizadas em área que oferece fontes

de energia, matéria-prima, capitais e

mão-de-obra pouco qualificada.

(B) muito concentradas no hemisfério norte,

com destaque para América do Norte,

Europa Ocidental e Japão, por estarem

localizadas em área que oferece alta

tecnologia, mão-de-obra qualificada e

máquinas de ajuste flexível, formando

verdadeiros tecnopolos.

(C) concentradas no hemisfério sul, com

destaque agora para países como o

Brasil, África do Sul, Cingapura, Taiwan e

China, por estarem localizadas em área

que oferece alta tecnologia, mão-de-obra

qualificada e máquinas de ajuste flexível.

(D) concentradas no hemisfério norte,

oferecendo fonte de energia, matériaprima,

capitais e mão-de-obra pouco

qualificada; e no hemisfério sul,

oferecendo alta tecnologia, capitais e

máquinas de ajuste flexível.

(E) muito concentradas no hemisfério sul,

com destaque para países como o Brasil,

África do Sul e Cingapura, por estarem

localizadas em área que oferece fontes

de energia, matéria-prima, capitais e

mão-de-obra pouco qualificada.

20. As tendências do processo de

globalização e do de regionalização constroem

relações econômicas entre si que, apesar de

parecerem contraditórias ou excludentes, são

complementares.

A alternativa que expressa a tendência desses

processos é:

(A) Com a globalização, o mercado dificulta

a relação entre os fluxos internacionais

de bens e serviços, implementando

barreiras alfandegárias à competição no

espaço mundial; com a regionalização, o

mercado estimula a aproximação e

relação entre os blocos dentro da área de

influência de cada uma das zonas

econômicas.

(B) Com a globalização, os mercados locais

são organizados a partir de um estímulo

aos fluxos internos de bens e capitais, o

que lhes garante a eliminação de

entraves à competição no espaço

mundial; com a regionalização, os

mercados locais erguem barreiras, que

lhes protegem das áreas de influência de

cada uma das zonas econômicas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

PROCESSO SELETIVO SERIADO 2006 – 2ª FASE

9

(C) Com a globalização, ocorre no mercado

um estímulo à construção de barreiras

para os fluxos internacionais de bens e

serviços criando entraves à competição

no espaço mundial; com a

regionalização, o mercado incentiva os

fluxos regionais de bens e capitais,

abrindo mercado à área de influência de

cada uma das zonas econômicas.

(D) Com a globalização, os mercados locais

são estimulados a participarem dos

fluxos internacionais de bens e capitais

por meio do fortalecimento de suas

instituições que regulamentam tais

mercados; com a regionalização, o

mercado gera transações comerciais que

seguem as políticas de autonomia e

identidade local.

(E) Com a globalização, ocorre no mercado

um estímulo aos fluxos internacionais de

bens e capitais, implementando a

eliminação de entraves à competição no

espaço mundial; com a regionalização, o

mercado ergue barreiras entre os blocos,

protegendo a área de influência de cada

uma das zonas econômicas.

21. Sobre as mudanças geopolíticas e

econômicas da ordenação bipolar do espaço

mundial para a atual ordenação multipolar, é

correto afirmar:

(A) Os EUA saíram vitoriosos sobre a URSS

quanto ao modelo político, econômico e

militar, impondo-lhe a hegemonia

capitalista e bélica, marcada pela

destruição do arsenal nuclear soviético.

(B) A emergência da Alemanha, do Japão e

da China, como grandes potências

econômicas, quebrou a hegemonia norteamericana

e soviética, mesmo sem que

esses países tivessem um grande

poderio bélico.

(C) Os EUA saíram fortalecidos politicamente

e militarmente sobre a URSS, mas

passaram a dividir o poderio econômico

com outros países do "G7" como, por

exemplo, o Japão e a Alemanha, mesmo

sem que esses países tivessem um

grande poderio bélico.

(D) Os EUA e a Rússia mantiveram o

poderio político, econômico e militar,

como grandes potências, dividindo a

hegemonia econômica com outros países

do "G7" como, por exemplo, o Japão e a

Alemanha, mesmo sem que esses

países tivessem um grande poderio

bélico.

(E) A emergência de 20 países como, por

exemplo, a Alemanha, o Japão, a China,

a Índia, o Brasil, como grandes potências

econômicas formando o "G20", que

quebrou a hegemonia norte-americana e

soviética, mesmo sem que esses países

tivessem um grande poderio bélico.

22. No governo do presidente George Bush

(EUA), foi idealizado, em 1990, um plano de

integração, conhecido como "Iniciativa para as

Américas", que pretendia estender a influência

dos EUA no continente e que, exceto para

Cuba, propôs para as Américas uma

integração econômica,

(A) no continente latino-americano, por meio

da implementação de um Mercado

Comum, em que as barreiras comerciais

e as fronteiras políticas dos países

seriam abolidas, permitindo a livre

circulação de pessoas, mercadorias e

serviços, elaborada nos moldes da

criação dos blocos econômicos regionais:

MCCA, Pacto Andino e Mercosul.

(B) por meio da implementação de uma

União Aduaneira, em que as barreiras

comerciais dos países seriam abolidas,

permitindo a livre circulação de

mercadorias, elaborada nos moldes da

criação dos blocos econômicos como o

Nafta e o Mercosul.

(C) por meio da implementação de um

Mercado Comum, em que as barreiras

comerciais seriam abolidas, permitindo a

circulação de mercadorias e pessoas,

elaborada nos moldes da criação dos

blocos econômicos Nafta, Pacto Andino e

Mercosul.

(D) por meio da implementação de uma Área

de Livre Comércio, em que as barreiras

alfandegárias seriam abolidas, elaborada

nos moldes da criação do bloco

econômico Nafta, integrando este aos

demais mercados regionais americanos.

(E) nas Américas do Norte e Central, por

meio da implementação de uma Área de

Livre Comércio, em que as barreiras

comerciais e as fronteiras políticas

seriam abolidas, elaborada nos moldes

da criação dos blocos econômicos: Nafta,

Alalc/Aladi e MCCA.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

PROCESSO SELETIVO SERIADO 2006 – 2ª FASE

10

23. Considere as áreas do continente africano, representadas na figura abaixo.

A afirmativa correta, em relação a cada área,

É ( infelizmente faltou a figura) Perdão!

(A) Área 1 – Área islamizada por árabes,

quando estes se expandem pelo norte da

África; possui hoje uma população

formada em sua maioria absoluta por

mulçumanos com a presença de

governos totalitários sob influência

militar. Esta área esteve sob domínio

colonial de italianos, franceses e

ingleses.

(B) Área 2 – Também conhecida como

"África Meridional". Esta área é palco de

conflitos entre diferentes grupos étnicos

há várias décadas, tendo sido dominada

por portugueses, espanhóis e belgas. Os

conflitos internos são gerados pela

disputa territorial de grandes áreas

agricultáveis.

(C) Área 3 – Antiga colônia britânica, até o

início da década de 60; é grande

produtora de petróleo do continente, cuja

produção gerou divisas suficientes para

sua estabilidade econômica, dando a

esta região relativa estabilidade social.

(D) Área 4 – Antigas colônias portuguesas

até o inicio da década de 50; têm

conhecido grandes conflitos étnicos que

vitimaram milhões de pessoas. A

rivalidade entre Hutus, Zulus e Tutsis,

nesta região, também conhecida como

Magreb, desemboca num conflito com

característica de limpeza étnica.

(E) Área 5 – Os europeus colonizam a área a

partir do século XV. Portugueses,

italianos e espanhóis, no início do século

XX, cedem lugar para ingleses e

holandeses. Nesse momento, a área

conhece uma política de segregação

racial (apartheid), religiosa (inkatha) e

espacial (bantustões) jamais vista no

mundo.

24. Sobre o Mercosul, que foi constituído em

1991 por meio do "Tratado de Assunção",

tendo como países signatários Argentina,

Brasil, Paraguai e Uruguai, podemos afirmar:

(A) O Mercosul encontra-se organizado hoje

como uma zona de livre comércio entre

seus países-membros, entre os quais

foram removidas as barreiras ao fluxo de

mercadorias. Tal fato permite a plena

circulação de capitais, bens e serviços,

além de uma mesma política cambial,

alfandegária e de defesa do consumidor.

(B) No Mercosul, a perspectiva de

consolidação de uma zona de livre

comércio tornou-se possível, apesar da

disputa entre Brasil e Argentina pela

hegemonia político-econômica do

continente, da instabilidade econômica e

dos altos índices de desemprego por que

passam os países membros.

(C) A formação do Mercosul possibilita, aos

seus países membros, alternativas

comercias para integrarem-se ao

processo de globalização. De outra

forma, tais países estariam "excluídos"

dos principais acordos e vantagens

decorrentes da nova organização

econômica e política mundial.

􀀀__________    __


 

(D) O Mercosul encontra-se consolidado no

momento. Seus países-membros

conseguiram superar problemas internos

de ordem política e econômica,

garantindo, dessa forma, sua total

integração como bloco econômico.

(E) Em seu atual estágio de integração sulamericana,

o Mercosul permite, aos

países-membros, a possibilidade de

inserção em grandes fluxos de comércio

e de investimento em escala global, feita

essa inserção com base na tipologia do

tratado econômico regional, o que torna o

Mercosul uma área de integração por

investimentos.

Nenhum comentário:

Gostou? Compartilhe o Blog!!!

Facebook Twitter Addthis